#coaching

Desejo, Prazer e Frustração

29 de setembro de 2017

Lendo o livro “A vida que vale a pena ser vivida”, do Professor e doutor Clóvis de Barros Filho, encontrei a afirmação do filósofo Epicuro, onde garante que a felicidade é alcançável. Mas que para isso, precisamos trabalhar nossos desejos.

Para Epicuro existem três (3) tipos de desejo:

a. Desejos naturais e necessários;

b. Desejos naturais e não necessários;

c. Desejo não naturais e não necessários;

Assim, este filósofo defende a tese de que sua felicidade está diretamente ligada com o tipo de desejo que você se dispuser satisfazer. Para melhor entender, os Desejos naturais e necessários, são aqueles que são comuns a todos, como beber, comer, dormir, etc que não sendo supridos podem gerar a morte.

Já os Desejos naturais e não necessários podem ser até comuns, mas não levam o sujeito a morte caso não sejam satisfeitos. Na lista estão por exemplo o sexo, a gula, o excesso de sono, a embriaguez, etc.

E por último estão os Desejos não naturais e não necessários. Estes segundo Epicuro, não deveriam ser satisfeitos, por não estar na lista dos naturais, e por não serem essenciais. Acrescenta ele que por não fazer parte do projeto original da natureza, não contribuem para nossa felicidade.

Na lista estão: glória, sucesso, luxo, riqueza, beleza, etc. Segundo o filósofo, todos estes desejos satisfeitos não agregam nada ao bem estar, não prolongam a vida e não trazem tranquilidade para o corpo e a alma. Por isso não são desejos bons. E acrescenta. Nada que não seja essencial para viver serve para a felicidade.

Diante desta teoria de Epicuro, devemos pelo menos parar para refletir: Será que estou com uma lista muito grande de desejos para serem realizados e por isso estou me frustrando? Poderia ser mais feliz se a lista reduzisse? Quais os meus desejos atuais são superficiais, ou desejos criados pela mídia? Em que minha felicidade está condicionada e que não está na lista das necessidades naturais e necessárias?

Estas e outras questões podem nos trazer luz para reduzirmos o nível de cobrança, de estresse e até de frustrações. Se tivermos expectativas mais modestas para a vida, satisfaremos as necessidades básicas e poderemos com certeza sermos mais felizes.

Ivan Tadeu Panicio Junior
Coach
Head Trainer da LeaderArt International – Canadense, Diretor da Master Self Leadership, Master em Coaching e Coach da Radio Wood's FM.
Pedir Música